Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Segunda-feira, 30 de Novembro de 2009

Aí está mais um deafio Matemático para resolverem em família até ao dia 15 de Dezembro .

 

Bom trabalho.

publicado por Paula às 22:04


Para terminar o tema Higiene, escrevemos este texto que sintetiza tudo o que é necessário fazer para se ter uma vida saudável.

 

Sou uma criança saudável porque:

- tenho uma alimentação variada- como carne, peixe, legumes, fruta, cereais, bebo leite e água e não abuso nos doces, mastigo bem os alimentos;

- tomo banho todos os dias, uso roupa limpa, lavo as mãos quando estão sujas e antes das refeições;

- lavo os dentes a seguir às refeições e vou ao dentista com frequência;

- faço exercício e brinco ao ar livre;

- estudo com luz e em silêncio, vejo televisão ao longe e pouco tempo;

- tenho as vacinas em dia e vou ao médico;

- durmo bem e deito-me cedo.

 

Sou uma criança saudável e feliz.

 

publicado por Paula às 16:14

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009

O texto de hoje deu-nos mais uma ideia para aprendermos de uma forma divertida. Vimos como, mudando apenas uma consoante, surgem palavras novas. Trabalhámos, por isso, a consciência fonológica e o resultado foi este:

 

"A brincar aprendo:

- com um s meto a vaca na saca;

- com um  j ponho a Paula na jaula;

- com um p o leão vira peão;

- com um m o touro passa a ser mouro;

- com um o carneiro fica carteiro,

- com um l o cego joga ao lego;

- com um b o Marco anda de barco;

- com um l a cama fica cheia de lama;

- com  um m o pau fica mau;

- com  um f a Rita usa fita;

- com um m o meu dedo mete medo;

- com um r a ovelha tem uma orelha;

- com um c salta o sapo para o saco;

- com um t o porco foi ao Porto;

- com um m vou à escola pedir esmola."

 

publicado por Paula às 19:10

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

Hoje voltámos a aprender de uma forma lúdica. Ficámos a saber o que são sinónimos. São palavras que têm o mesmo significado.

Foi usando este conhecimento que escrevemos este texto engraçado.

 

"Na aldeia dos sinónimos

Havia  grande  confusão

Reinava grande alvoroço

Tudo ficara escuro 

Tudo ficara negro

A gente andava aflita

A gente andava desesperada

Sabem qual era a razão?

Sabem qual era o motivo?

Foi um elefante gordo

Foi um obeso elefante

Que se armou em engraçado

Que se fez divertido

E pensando que era esperto

Pensando ser inteligente

Meteu-se num posto de luz

Na central de electricidade

Fê-la bonita o bicho!

Fê-la  linda o animal!

Veio veloz o tratador

Rápido ele chegou

Levou o elefante para o Zoo

E o problema acabou

O problema terminou".

publicado por Paula às 16:12

Terça-feira, 24 de Novembro de 2009

Estamos a exactamente um mês da Noite de Natal, aquela noite mágica para as crianças.

Como sabemos que o Pai Natal anda, por esta altura, muito atarefado com os presentes, decidimos escrever já a nossa carta para que ele não se esqueça.

Os nossos pedidos vão desde Playstation's, a Barbie's, equipamentos do Benfica, jogos diversos e até um cão a sério.

Esperemos que o Pai Natal atenda os desejos dos Moranguitos e os de todas as crianças do mundo.

 

 

publicado por Paula às 23:34

Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009

A propósito do facto de terem aparecido, no texto hoje trabalhado, palavras que representam sons, demos o conceito de onomatopeia e brincamos um bocadinho com o tema, porque a brincar também se aprende.

 

"Na Quinta dos Moranguitos

 

As vacas fazem mu-mu

As galinhas fazem cocorocó

As ovelhas fazem mé-mé

E os burros ió-ió

 

Os porcos fazem õe-õe

Os cães ladram au-au

Os patos fazem quá-quá

Os gatos dizem miau

 

Batem à porta truz-truz

O vento sopra u-u

A chuva faz ping-ping

O cuco no relógio diz cu-cu"

publicado por Paula às 16:29


Na sequência do trabalho elaborado na passada sexta-feira, como trabalho de fim de semana, cada menino escreveu sobre o que era para si "Ser Criança".

De entre os vários trabalhos, escolhemos o da Maria João que ilustra perfeitamente o espírito infantil.

 

 

" Ser criança é acreditar que tudo é possível;

Ser criança é chorar sem saber porquê;

Ser criança é olhar e não ver o perigo;

Ser criança é sorrir e fazer sorrir;

Ser criança é ter sempre uma pergunta na ponta da língua e querer muito todas as respostas;

Ser criança é achar que o mundo é feito de fantasisas, sorrisos e brincadeiras;

Ser criança é fazer amigos antes mesmo de saber o nome deles;

Ser criança é ter um sonho de crescer um dia e ser alguém normal;

É bom ser criança alegre e feliz."

publicado por Paula às 15:26

Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

Hoje sou eu que dedico este post aos Moranguitos e a todas as crianças do Mundo.

É que se assinalam 20 anos sobre a criação da Convenção dos Direitos das Crianças. Vinte anos apenas...ou já vinte anos e ainda tanto por fazer.

Ao todo, são 54 os direitos dos mais pequenos que podemos resumir a dez essenciais:

 

- Direito à igualdade, sem distinção de raça, cor, religião ou nacionalidade;

- Direito à protecção para o seu desenvolvimento físico, mental e social;

- Direito a um nome e uma nacionalidade;

- Direito a alimentação, morada e assistência;

- Direito a uma vaga na escola e a cuidados especiais para a criança física ou mentalmente diminuida;

- Direito ao amor e à aceitação por parte dos pais e da sociedade;

- Direito ao lazer e à educação;

- Direito a ser socorrida em primeiro lugar;

- Direito à protecção contra o abandono e exploração no trabalho;

- Direito a crescer dentro de um espírito de solidariedade, compreensão e justiça entre os povos;

 

Este foi o desdobrável entregue, para que todos tenham consciência dos seus direitos.

Na sala ficará este cartaz.

Todos juntos continuaremos a trabalhar para criar crianças felizes.

Para reflectir, em casa, deixo-vos este filme com um belo texto e uma música fantástica.

 

 

 

publicado por Paula às 22:45

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

Na aula de hoje estivemos a trabalhar lengalengas.

Lemos a do "Lagarto Pintado" e achámos tanta piada que continuámos a brincar com as cores e a pintar o lagarto.

 

 

"Lagarto laranja, que te alaranjou?

Foi uma cenoura que um coelho me atirou.

Lagarto roxo, que te arroxeou?

Foi um cacho de uvas que rebolou.

Lagarto castanho, que te acastanhou?

Foi um ouriço que me picou.

Lagarto cinzento, que te acinzentou?

Foi uma nuvem que por mim passou.

Lagarto rosa, que te rosou?

Foi uma flor que me olhou.

Lagarto preto, que te preteou?

Foi um carvão que me queimou.

Lagarto branco, que de branqueou?

Foi um floco de neve que em mim tocou.

Lagarto às cores, que te corou?

Foi um arco-íris que no céu brilhou."

 

publicado por Paula às 11:02

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Lembram-se quando brincavam ao "quantos queres"?

Acho que todos nós o fizemos um dia.

Para fazer reviver algumas brincadeiras quase esquecidas hoje os Moranguitos construiram o jogo.

Através da pintura e da técnica de origami elaboraram com facilidade a tarefa e brincaram também um bocadinho.

Continuaremos a construir outras brincadeiras. Porque, ao mesmo tempo que estamos a brincar, também estamos a aprender.

 

publicado por Paula às 22:20


Moranguitos
visitas
counter
Visitantes

Contador Grátis
pesquisar
 
Últ. comentários
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
Olá Moraguinhos, adorei os vossos porvérvios, me a...
muito obrigada nao copiei todos mas ainda coipiei ...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds