Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Segunda-feira, 31 de Maio de 2010

Aí está o último desafio matemático deste ano lectivo, já com um cheirinho a praia.

Esperamos soluções até ao dia 11 de Junho.

 

publicado por Paula às 19:41

Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Encerrámos hoje o tema "Droga, tabaco e álccol", trabalhado ao longo deste mês na Área- Projecto.

Para concluir elaborámos cartazes lembrando os malefícios de cada substância.

Aproveitámos ainda para mostrar, através da experiência da semana, o efeito do fumo do tabaco nos pulmões de fumadores e não fumadores.

Usámos uma garrafa com água, um cigarro e algodão.

 

 

Colocámos água em três quartos da garrafa, previamente furada, e metemos o cigarro na tampa, usando um pequeno tubo com algodão na outra extremidade. Metemos esse tubo no gargalo da garrafa. Acendemos e depois deixamos sair a água. À medida que a água saía, a garrafa enchia-se de fumo e o cigarro consumia-se.

 

 

Quando o cigarro se apagou, fomos verificar como estava o algodão. O resultado é: amarelecido...e com um cigarro apenas.

 

 

Conclusão

  

O que acontece ao algodão é comparável ao que acontece aos pulmões de um fumador. Quantos mais cigarros ele consumir, mais afectados ficarão os seus pulmões e os daqueles que com ele convivem.

  

São imagens que dão que pensar!!! Uma oportunidade para os fumadores que nos visitam repensarem a sua atitude com a sua e a saúde dos outros. 

Aqui ficam os cartazes- resumo sobre estes temas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARA PENSAR!

publicado por Paula às 23:31

Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

A tarefa desenvolvida hoje em Língua Portuguesa foi escrever uma história a partir de uma sequência de imagens.

Aqui fica o que inspirou os Moranguitos e os textos mais inspirados.

 

"Era uma vez um menino chamado João.

Ele gostava muito de fazer experiências.

Um dia ele foi à escola e a professora falou das plantas, que são seres vivos.

Quando tocou para sair, ele decidiu plantar duas árvores.

Primeiro colocou uma árvore na terra, depois outra árvore, regou e as árvores foram crescendo.

Quando já tinham crescido, ele atou uma corda, pôs um pano grande e pôs-se em cima dele, a descansar e a beber um sumo." (Carolina Nunes)

 

"Era uma vez um menino chamado Rafael. Ele gostava muito da natureza e ainda mais de plantas.

Num dia de muito sol e calor, o Rafael resolveu plantar duas árvores, foi a casa buscar uma pá e voltou ao campo de sua casa.

O Rafael procurou um sítio onde houvesse sombra e um bocadinho de sol para as plantas não morrerem de calor.

Ele pegou na pá e cavou, pegou na planta e meteu-a no buraco que tinha feito, depois cavou mais um buraco para a outra árvore e fez a mesma coisa com ela. Nas duas pôs adubo para elas se alimentarem.

Foi a casa buscar e encher o regador com água e voltou para regar as suas árvores. Regou uma árvore de cada vez para elas crescerem saudáveis.

O Rafael todos os dias regava as plantas e cuidava delas.

Como o Rafael cuidava muito bem das suas árvores, um dia quando acordou foi vê-las e elas estavam muito crescidas.

Ele ficou muito feliz e foi chamar os pais. Eles ficaram muito orgulhosos dele.

Então, a partir daí, ele ia sempre descansar para a cama de rede que tinha feito e bebia um sumo bem fresco". (Maria Manuel)

 

"Era uma vez um menino que se chamava Rafael.

Ele era muito simpático e feliz.

Num dia de Verão, resolveu plantar uma árvore para ter sombra. mas, ele lembrou-se que as árvores demoram imenso tempo a crescer.

Plantou uma árvore, regou-a e passou um ano.

A árvore dava-lhe sombra, mas ele queria deitar-se.

Plantou outra árvore, regou-a e passou mais um ano.

Agora sim tinha duas árvores.

Correu até ao sótão, tirou aquela espécie de cama e atou-a a cada uma das árvores.

Foi buscar um sumo de laranja ao frigorífico.

Estava delicioso.

Deitou-se, então, na cama de refe a beber o sumo."(Beatriz)

 

"Era uma vez um menino chamado Tomé, que morava na mata com os pais, numa casinha de madeira.

Ele gostava muito da natureza.

Um dia o Tomé estava a dormir.

Enquanto sonha, Tomé viu duas arvorezinhas e ouviu duas vozes dizendo:

- Por favor, planta-me noutro sítio.

Não estava lá ninguém, só as árvores.

O menino pensou que fossem elas. Então, rapidamente, pegou numa pá e plantou-as noutro sítio.

Quando acabou, regou-as muito bem regadas.

Na outra noite continuou a sonhar.

Quando chegou à mata, outra vez, viu umas árvores grandes.

Fez uma cama de rede nas árvores para descansar quando lhe apetecesse e deitou-se a beber um sumo."(Joana)

publicado por Paula às 23:31


No âmbito do programa "Escola Segura", tivemos hoje a Polícia de Segurança Pública na escola.

Para além de falarem aos alunos do quarto ano, quiseram mostrar-nos como funcionavam os carros e as motas daquela instituição.

O aparato foi grande com sirenes e tudo.

O objectivo da iniciativa foi relembrar regras de segurança básica para as crianças e mostrar que os agentes são amigos com quem podemos sempre contar.

Os Moranguitos entraram no carro, sentaram-se nos batedores e, escusado será dizer, elegeram como brincadeira do dia "brincar aos polícias".

 

publicado por Paula às 23:23

Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

A experiência de hoje foi muito divertida.

Pusemos bolinhas de pão a saltitar num copo de água. Para isso precisámos de pão, água com gás e um copo.

 

 

Pegámos em bocadinhos de pão, às bolinhas e metemos na água com gás que já tínhamos deitado no copo.

 

A seguir esperamos o resultado e vimos o pão encher-se de bolinhas de gás e subir e descer no copo.

 

 

 

CONCLUSÃO

 

A água com gás tem dióxido de carbono dissolvido no líquido sob pressão. As bolhas de gás que se formaram no pão fizeram com que a densidade deste ficasse menor e por isso ele subiu. Quando o pão atingiu a superfície, as bolhas desapareceram e a densidade deste aumentou e o pão subiu. Isto acontece até que a quantidade de bolhas formadas sejam suficientes para que o pedaço de pão não flutue.

publicado por Paula às 19:43


Aprender inglês de forma lúdica é divertido.

Aqui fica mais um filme para cantar e aprender os animais da quinta. (enviado pela teatcher Benedita)

 

 

 

publicado por Paula às 19:42

Quarta-feira, 19 de Maio de 2010

O texto que trabalhámos hoje era uma poesia chamada "Laranja", da autoria de Rosa Lobato de Faria.

A nossa tarefa foi transformar esta poesia num texto narrativo.

 

"Era uma vez três meninas que estavam debaixo de um laranjal.

Uma das meninas bordava, outra lia e a mais nova dormia.

A menina que estava a dormir sonhava que fazia um sumo fantástico.

Quando abriu os seus olhos claros, olhou para cima e, então, ouviu uma voz. Percebeu que era uma laranja dourada que falava com ela.

- Pega numa escada e colhe-me, porque sou especial. Comigo farás um delicioso sumo.

A menina subiu a escada, colheu as laranjas e colocou-as numa cesta.

Foi para casa, cortou umas às rodelas e deixou-as na cozinha. Com as outras fez um sumo e bebeu-o.

No fim, acordou e percebeu que tinha sido um sonho. Então, foi pedir um sumo de laranja à mãe.

Estava tão fresquinho!"

 

publicado por Paula às 17:13

Terça-feira, 18 de Maio de 2010

O post de hoje é dedicado aos avós dos Moranguitos.

O tema foi sugerido pelo texto de hoje de Língua Portuguesa e o resultado foi este (mais uma vez em poesia, porque assim o escolheram).

 

 

"Os meus avós são especiais

Porque me dão carinho

Com eles nós aprendemos

A escolher o melhor caminho

 

Têm histórias para contar

Da vida que passaram

Umas felizes, outras tristes

Com elas me emocionaram

 

Ajudam-me a crescer

Em amor e sabedoria

São dos meus melhores amigos

E dão-me muita alegria"

publicado por Paula às 22:56

Segunda-feira, 17 de Maio de 2010

O tema a trabalhar na área projecto deste mês é "Droga, tabaco e álcool".

Já aprendemos algumas coisas sobre estes temas.

Aqui fica o nosso texto informativo sobre o assunto.

 

 

"O tabaco e o álcool são drogas. Todas são substâncias que provocam vício.

As bebidas alcoólicas provocam nas crianças um atraso no crescimento e morte das células do cérebro. Nos adultos, o consumo excessivo de álcool leva a doenças do aparelho digestivo e circulatório e a problemas familiares e sociais.

O tabaco causa doenças do aparelho respiratório, circulatório e digestivo. Estas doenças podem também afectar as pessoas que rodeiam os fumadores e que acabam por respirar o fumo do tabaco, mesmo sem quererem.

As drogas provocam alterações no nosso comportamento, as pessoas ficam sem vontade própria e auto-destroem-se, precisando de ajuda.

Ficam doentes e são marginalizadas.

Por tudo isto, devemos dizer NÃO ao tabaco, álcool e à droga."

publicado por Paula às 19:34


Aqui fica a solução do problema do mês.

Acertaram o Gonçalo, o Bruno, o Mário, a Francisca, a Jessica, a Beatriz, a Mafalda, o Pedro, a Maria, a Joana, o Leandro, a Carolina, a Sofia, a Fátima e a Maria João. Parabéns.

 

publicado por Paula às 18:35


Moranguitos
visitas
counter
Visitantes

Contador Grátis
pesquisar
 
Últ. comentários
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
Olá Moraguinhos, adorei os vossos porvérvios, me a...
muito obrigada nao copiei todos mas ainda coipiei ...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds