Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2010

UM ANO NOVO CHEIO DE:

 

- SAÚDE

 

 

- AMOR

 

 

- FELICIDADE

 

 

- AMIZADE

 

 

- SABEDORIA

 

 

- PAZ

 

 

- SONHO

 

 

UM FELIZ ANO PARA TODOS.

publicado por Paula às 00:36

Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2010

O Anjo cantou:

É Natal. Nasceu Jesus.

Natal, tempo para dar

Dar amor

Dar atenção

Dar cuidado

Dar mimo

Dar um pouco de nós

Dar um sorriso

Dar, dar, dar sem pensar em receber

Sem pensar em consumismos.

Porque para dar não é preciso dinheiro

Basta em cada gesto entregarmos o melhor de nós.

Este é o verdadeiro espírito do Natal.

Pode ser Natal quando quisermos.

É Natal sempre que alguém nos diz "Obrigado"

E é Natal sempre uma criança sorri e nos dá a mão.

O Natal está no coração de cada um de nós.


É com este pequeno texto e do fundo do coração, que desejo aos meus Moranguitos, às suas famílias  e aos que nos visitam o melhor Natal do Mundo .

publicado por Paula às 12:44

Sábado, 18 de Dezembro de 2010

A nossa forma de desejar as Boas Festas é feita através de um conto de Natal.

Desta vez, não escolhemos nenhum autor consagrado.

O texto é da minha autoria e foi escrito propositadamente para as minhas crianças.

É uma história simples, que retrata uma cena de Natal plena de carinho.

Um conto a que os Moranguitos quiseram dar cor.

Aqui fica, acompanhado das suas mensagens de Natal para todos.

 

 

 

Os nossos desejos para este Natal.

Aqui fica agora o conto em versão livro, para mais fácil leitura.

 

 

 

 

A todos os que fazem parte da nossa família de Moranguitos e aos que nos visitam, desejamos UM FELIZ NATAL.

 

 

publicado por Paula às 01:09

Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

Hoje foi dia de festa na nossa escola.

De manhã, tivemos a visita dos nossos amigos do Jardim de Infância, que nos vieram cantar uma canção e oferecer uma pequena lembrança.

À tarde, aconteceu um momento muito especial- MAGIA.

Dois mágicos, Miguel Ângelo e Mix fizeram-nos vários números de magia que nos deixaram de boca aberta.

Aqui fica um cheirinho da festa.

 

 

 

Foi espectacular.

A seguir, a Associação de Pais ofereceu-nos um lanche delicioso e um Pai Natal de chocolate.

Além disto, recebemos um miminho da professora. A embalagem foi a rena que andámos a fazer ao longo da semana e que, depois, vai servir como porta-canetas.

 

 

 

Foi um dia em cheio.

 

publicado por Paula às 23:19


A Beatriz trouxe-nos mais um texto do "Livro das Datas", de Luísa Ducla Soares.

Escolheu o texto ligado ao Natal, chamado Pinheirinho de Natal.

Conta-nos que numa floresta havia um pinheiro que era considerado uma árvore muito bela, o que provocava o ciúme e a inveja das outras árvores.

Um dia, chegou um homem que o cortou e levou para casa.

Foi colocado numa sala e decorado com enfeites natalícios.

Achou que estava ainda mais bonito.

Mas, as festas terminaram e o pinheiro acabou no lixo.

Quando pensava que o seu destino seria a lixeira, eis que aparece um velho homem que o leva.

Primeiro coloca-o junto à lareira. Nessa altura pensou que passaria a ser lenha. Só que, depois, o homem pegou numa faca e moldou um belo barco que ofereceu à sua neta.

A menina ficou radiante e o pinheiro contente com o seu destino final.

 

 

 

 

 

publicado por Paula às 23:12

Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

Depois de ontem termos feito uma árvore  com a área vocabular de Natal, hoje estivemos a escrever quadras sobre o tema, aproveitando algumas dessas palavras.

A primeira tarefa foi individual. Cada um escreveu a sua poesia.

Depois, todos contribuíram para a poesia da turma.

No fim, transformamos essa poesia num caligrama, em que a imagem de um anjo moldou o texto.

Aqui fica o poema da turma, em jeito de mensagem de Natal.

 

O Natal é uma festa

Em que a família se reúne

O sentimento é o amor

Que em torno do presépio nos une

 

Festejamos o nascimento

O nascimento de Jesus

Maria e José o criaram

Com a estrela a dar-lhes luz

 

Este Natal desejamos

Alegria, Paz e Amor

Para que este mundo

Seja um pouco melhor

 

 

 

 

 

publicado por Paula às 23:29


A experiência desta semana foi antecipada por causa da festa de Natal.

E como estamos em época natalícia, fizemos uma estrela.

Começámos por usar cinco fósforos e um conta-gotas com água.

 

 

 

Partimos os fósforos a meio, sem os quebrar na totalidade.

 

 

 

Juntámos depois os cinco fósforos.

 

 

 

 

Com o conta-gotas, colocámos água na união dos fósforos e eis o que acontece.

 

 

Conclusão

 

A madeira dos fósforos está seca o que implica que existam espaços vazios nas suas células. A água é absorvida para esses espaços vazios.

À medida que a água entra nas células esta faz pressão no seu interior para que a madeira se expanda e volte à posição original.

publicado por Paula às 23:19

Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2010

A nossa actividade de hoje foi escrever todas as palavras que o Natal nos lembra.

Surgiram muitas, muitas mesmo.

Tantas que, com elas construímos uma árvore de Natal.

 

 

 

 

 

De todas elegemos as mais importantes: PAZ, AMOR, ALEGRIA e FAMÍLIA:

publicado por Paula às 23:26


Não...não vamos de férias de Natal para o Brasil, embora alguns não se importassem.

Estaremos no Brasil porque, através do nosso blogue, fomos contactados por uma editora brasileira para ceder o texto "Viajar". para que este seja incluído num livro de uma autora brasileira.

Ficámos contentes com o facto e, claro, cedemos o texto. Ficámos à espera para ver a publicação.

Enquanto isso, relembramos aqui o referido texto.

 

Pelo ar eu vou

De avião, helicóptero ou foguetão

São os meios de transporte aéreos

Levam-me até Plutão

 

Pela água, eu vou

De barco, navio ou submarino

São os meios de transporte aquáticos

Levam-me ao meu destino

 

Pela terra e carris eu vou

De comboio, carro ou trotineta

São os meios de transporte terrestres

Levam-me até à meta

 

Se o meu destino é longe

Eu não posso ir a pé

Vou por ar, água ou terra

E não me canso, não é?”

publicado por Paula às 23:21


Gostamos muito de ouvir histórias.

E esta, mesmo sendo de Natal é diferente.

Ouvimos, recontámos e respondemos à pergunta final.

Aqui fica a versão da Carolina Nunes.

 

 

 

"O Pai Natal estava a pesar-se e o duende médico disse-lhe que estava muito gordo e tinha que emagrecer.

Ele pesava 176 quilos.

O Pai Natal arranjou uma desculpa e disse que quando era bebé já pesava 176 quilos.

O duende não acreditou e disse que tinha mesmo que fazer dieta.

Mesmo contra a vontade, o Pai Natal teve que fazer dieta.

Em todas as refeições comia pouco, muito pouco.

Até que um dia o Pai Natal emagreceu, já só pesava 74 quilos.

O duende médico disse-lhe para ir dar uma volta de trenó. Mas as renas não acreditaram que ele era o Pai Natal. E, por isso, não arrancaram.

O Pai Natal, então, teve de comer muitos doces e engordar. Agora já pesava 181 quilos.

As renas acreditaram de novo nele e foram entregar os presentes,

Como estava gordo, o duende médico, disse que teria que fazer uma nova dieta.

O Pai Natal respondeu que depois do Natal faria, mas quando chegou da entrega de prendas não fez, porque magro as renas não acreditavam nele."

 

 

publicado por Paula às 23:03


Moranguitos
visitas
counter
Visitantes

Contador Grátis
pesquisar
 
Últ. comentários
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
Olá Moraguinhos, adorei os vossos porvérvios, me a...
muito obrigada nao copiei todos mas ainda coipiei ...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds