Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Segunda-feira, 30 de Abril de 2012

Eis um novo desafio. Para resolver até ao dia 15 de Maio.

 

publicado por Paula às 17:13


Com a experiência de hoje mostramos que o ar frio e o ar quente ocupam diferentes espaços.

Usámos um balão, um fio e fita-cola.

 

 
Enchemos o balão.
 
Colocámos um fio em torno do balão e prendemos com fita-cola.
Em seguida, colocámos o balão no frigorífico.
No final, verificámos que o balão estava ligeiramente mais pequeno.
  
Conclusão
O ar é formado por pequenas partículas. Quanto mais afastadas estão essas partículas maior é o volume que o ar ocupa. Depois de estar no congelador, onde a temperatura é menor do que cá fora, o volume do ar diminuiu. Isto quer dizer que as partículas ficaram mais próximas. O peso do ar que estava dentro do balão foi sempre o mesmo.
Assim podemos dizer que o mesmo ar ocupa menos espaço quando está frio. Por outras palavras, o ar frio é menos denso que o ar quente.
publicado por Paula às 16:58

Sexta-feira, 27 de Abril de 2012

Aqui fica a história da Maria Sofia.

 

 

 

Quando a minha mãe tinha doze, treze anos, a filha de uns amigos dos meus avós, a Ana  Carolina, celebrou a Primeira Comunhão.

A Ana Carolina, convidou os amigos e os primos para formarem um coro e cantaram durante a missa, acompanhados ao órgão pelo Professor Óscar. O Professor Óscar também ficou responsável por ensaiar os meninos.

Os ensaios eram muito divertidos e estavam todos muito entusiasmados com a festa.

Durante um dos ensaios, o Professor Óscar mandou calar todos os meninos e chamou a minha mãe para junto dele e do órgão. Pediu-lhe para cantar uma música e ela, toda feliz, cantou a música “Ah, ah, minha Machadinha”.

O Professor Óscar não a deixou acabar de cantar e disse-lhe:

- A menina já pensou ser operada à garganta?

A minha mãe respondeu-lhe:

- Já fui.

O Professor Óscar disse-lhe que ela não podia fazer parte do coro porque cantava muito mal.

A minha mãe chorou e ficou muito triste, mas teve que obedecer. A minha avó e a mãe da Carolina disseram-lhe para ela não ficar triste e, na missa, cantar baixinho sem o professor ouvir.

Na missa da Primeira Comunhão, a minha mãe sentou-se num banco à beira dos meninos e assim fez.

No final da festa, a Ana Carolina ofereceu uma prendinha a todos os meninos que fizeram parte do coro e não se esqueceu da minha mãe.

publicado por Paula às 19:14


Assinala-se amanhã o Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho.

Por isso, a ACT e a Câmara de Guimarães peocederam hoje à entrega de prémios e lembranças de participação aos alunos que participaram no concurso para criação de EPI.

Não recebemos nenhum prémio, mas fizemos questão de participar na cerimónia e receber as lembranças de mais um trabalho feito com empenho e dedicação.

 

 
publicado por Paula às 18:30

Quinta-feira, 26 de Abril de 2012

A convite da Autoridade para as Condições de Trabalho e do Município de Guimarães, resolvemos participar num concurso em que o objetivo era a sensibilização para a importância de manter as condições de higiene e segurança em qualquer local de trabalho.

Resolvemos fazer alguns equipamentos de segurança, nomeadamente capacete, óculos, máscara e auscultadores.

Não ganhámos, mas o importante foi participar e aprender regras de proteção. Além disso, todos receberemos prémios de participação.

Hoje, fomos visitar a exposição, patente na Câmara Municipal.

 

publicado por Paula às 22:18


Nesta quinta-feira damos os PARABÉNS ao MÁRIO RUI . PARABÉNS MORANGUITO E UM BEIJINHO DOS COLEGAS E DA PROFESSORA.

 

 

publicado por Paula às 00:05

Terça-feira, 24 de Abril de 2012

Celebram-se amanhã os 38 anos sobre o dia em que Portugal mudou de rumo. Em que deixamos de viver numa ditadura de opressão para passarmos a poder usufruir do verdadeiro sabor da democracia e da liberdade.

Tanto tempo depois, ainda nos questionamos se conseguimos realmente concretizar os desejos de Abril, mas certo é que sabe bem viver livremente.

Foi por isso que, depois de recordarem este acontecimento da história (que encerrou a matéria desta área em Estudo do Meio), que os Moranguitos escreveram uma Ode à Liberdade. O valor mais forte da herança deixada pelos homens que levaram avante a Revolução dos Cravos e "inventaram" um novo país.

 

    
Somos livres
Livres para sonhar
Livres para falar
Livres para crescer
Livres para aprender
Livres para viver
Mas
Ser livre é respeitar
Ser livre é ajudar
Ser livre é trabalhar
Ser livre é compreender
Ser livre é conviver
Ser livre é cumprir
Ser livre é partilhar
Sou criança, sou livre e sou feliz porque alguém lutou por esta LIBERDADE que temos que cultivar.
publicado por Paula às 18:28

Segunda-feira, 23 de Abril de 2012

Hoje assinala-se mundialmente o Dia do Livro. A data de hoje foi escolhida porque neste preciso dia, no ano de 1616, morreram dois grandes nomes da literatura mundial, Shakespeare e Cervantes.

Além disso, aproveitou-se uma tradição catalã, em que no dia de S. Jorge, que também se celebra hoje, os homens oferecem às mulhesres rosas vermelhas e estas lhes devolvem o gesto com a oferta de livros.

Não poderíamos deixar esta data passar em claro.

Analisámos a evolução do livro e a razão de ser desta data e escrevemos um acróstico com a frase:

"O livro é um amigo."

 

O livro é um amigo

 

Leva-me a viajar por um mundo mágico

Imagino dragões e princesas

Vivo aventuras inesquecíveis

Revejo histórias e personagens

Olho o mundo e sonho

 

É sabedoria

 

Uma companhia

Magia e alegria

 

Ajuda a crescer

Mais ricos em saber

Inteligência para ser

Grandes homens e fazer

O mundo melhor

 

 

Fizemos ainda dois marcadores de livros.

Um com figuras da série Sitio do Picapau Amarelo, com as expressões "A leitura alimenta a alma" e "Ser inteligente é ler diariamente".

 


 

 

Além disso, a experiência de hoje foi fazer um outro marcador, em origami, para oferta aos pais.

 

 

E como temos alunos leitores, quisemos ainda saber os livros de cabeceira de cada um dos Moranguitos:

 

Fátima- História de Portugal

Maria João- Uma aventura na Quinta das Lágrimas

Joana- A história da égua branca

Carolina- Jerónimo Stlilton- Que miúfa!

Jéssica- Os descobrimentos portugueses...viagens e aventuras

Mafalda- Jerónimo Stilton- O assalto à estátua de ouro

Carolina- Música para olhar

Maria- O Bojador

Mário-O Bojador

Gabriela- O vento nos salgueiros

Pedro- O menino que não gostava de ler

Sofia- O Bojador

Bruno- Mistérios e maravilhas da natureza

Beatriz- Uma aventura alarmante

Ruben- Uma aventura no comboio

Laura- Uma aventura na noite das bruxas

publicado por Paula às 19:08

Sexta-feira, 20 de Abril de 2012

Esta é a história da Maria João.

 

 

Num certo dia, tinha a minha avó paterna 7 ou 8 anos, o meu bisavô mandou-a ir à venda “supermercado”, comprar um quartilho de vinho para o almoço.

A minha avó foi e, no regresso a casa, deixou cair a garrafa com o vinho e esta partiu-se.

Com medo de ir para casa sem o dinheiro e sem o vinho, a minha avó sentou-se na beira da estrada a chorar, porque sabia que chegando a casa sem nada iria levar tareia.

Um senhor que vivia perto da casa dos meus bisavós ao passar viu a minha avó sentada a chorar e perguntou:

-  Ó menina porque é que estás a chorar?

A minha avó contou o que se passou e que não podia ir para casa porque o pai lhe iria bater. Então, o senhor muito simpático disse-lhe:

- Anda comigo a minha casa que eu vou-te dar dinheiro e uma garrafa.

A minha avó foi e o senhor deu-lhe então o dinheiro e a garrafa para ir à venda comprar novamente o vinho.

Foi para casa muito contente, e nunca os meus bisavós souberam o que se tinha passado. 

publicado por Paula às 19:15

Quinta-feira, 19 de Abril de 2012

D. Maria II esteve em Guimarães em 1852 e um ano depois manda elevar a vila à categoria de cidade.

Eis mais alguns dados, para saber mais.

 

 

Durante os dois dias que durou a estadia em terras vimaranenses, a família real ficou alojada no palacete do Conde de Arrochela (Vila Flor). Foram dias de festa, com multidões nas ruas, música, casas engalanadas, iluminação festiva e direito a beija-mão real. Quando a comitiva partiu, na madrugada do dia 17, defraudou as expectativas das gentes de Vizela, que tinham engalanado a sua terra e preparado um banquete em honra dos monarcas, cuja visita lhes estava prometida, mas que não apareceram, por se terem dirigido directamente para Santo Tirso, gorando-se a possibilidade de depositarem nas mãos da rainha uma petição para que ali fosse criado um concelho com parte dos de Guimarães, Barrosas e Negrelos.

Quando, no ano seguinte, a rainha manda elevar Guimarães à condição de cidade, invoca a memória que lhe ficou desta visita:

Querendo eu também dar, aos habitantes de tão nobre povoação, um testemunho autêntico do distinto apreço em que tenho a sua honrada e habitual dedicação à cultura das artes e trabalhos úteis, por mim presenciados na ocasião da minha visita às províncias do norte: hei por bem elevar a Vila de Guimarães à categoria de Cidade com a denominação de Cidade de Guimarães, e me praz que nesta qualidade goze de todas as prerrogativas, liberdades e franquezas que direitamente lhe pertencerem.”

A notícia do decreto de elevação (lavrado em 19 de Fevereiro) chegou ao conhecimento da Câmara Municipal em 21 do mês seguinte, quando corria a Semana Santa. Devido às solenidades do período pascal, a vereação decidiu adiar os festejos. Os habitantes da nova cidade comemoraram o acontecimento na noite de 3 de Abril, iluminando os edifícios, e prolongaram os festejos pelo dia seguinte, data em que se comemorava o aniversário de D. Maria II (o último celebrado por esta rainha, que faleceria em Novembro, aos 34 anos, vítima do seu 11.º parto), com foguetes e repiques de sino ao despertar da aurora, ao meio-dia e à noite.

Em 22 de Junho de 1853, cumpridas as formalidades em uso na época, D. Maria II assinou a carta régia que manda cumprir o decreto de elevação de Guimarães a cidade. É esta a data que se celebra.

publicado por Paula às 23:17


Moranguitos
visitas
counter
Visitantes

Contador Grátis
pesquisar
 
Últ. comentários
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
Olá Moraguinhos, adorei os vossos porvérvios, me a...
muito obrigada nao copiei todos mas ainda coipiei ...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds