Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Sexta-feira, 27 de Maio de 2011

Depois do trabalho de ontem aqui ficam os textos melhorados.

 

O assalto no campo

 

O senhor Moranguinho era um homem inteligente, alto e engraçado. Tinha três amigos que eram a senhora maçãzinha, a senhora Cenourinha e o senhor Tomatinho. Eles eram simpáticos, inteligentes, gostam de ajudar os outros e ajudavam-no a trabalhar  todos os dias.

Naquela manhã, o senhor Moranguinho acordou bem disposto, porque era um dia muito especial, era o dia das vindimas, dia seis de Outubro,

Estava ansioso por ver o seu campo, mas, quando lá chegou, ficou boquiaberto: as suas videiras estavam caídas na terra.

Avisou os amigos e pediu-lhes para trazerem os seus cães. Quando chegaram:

- Assaltaram o teu campo?- perguntaram em coro.

- Acho que sim, mas não tenho a certeza.- disse o Moranguinho, aflito.

- O meu cão é polícia e a Fofinha é muito esperta, vão descobrir quem fez esta alhada. - disseram os três amigos.

- Desconfiamos que foi o ladrão Ricardo. -disseram elas.

Os cães farejaram e levaram-os à casa do Ricardo, descobrindo que foi ele.

Todos juntos, cultivaram várias videiras e fizeram uma grande festa para comemorarem o facto de terem resolvido o problema do amigo agricultor.

 

(Mafalda, Gonçalo, Joana e Ruben)

 

 

 

 Quero ser pescador

 

Leandro era um menino curioso, que queria ser pescador. Tinha olhos azuis, era magro e tinha cabelo curto. Era inteligente e bonito.

Um dia, resolveu ir ver um pescador a sério.

- Bom dia.- disse Leandro.

- Bom dia!- respondeu o pescador animado, simpático, de olhos verdes e magro.- Sabes, hoje faço anos.

- Isto é do senhor?

- Não.

- Então, de quem é?

- Não sei, mas sei que diz alguma coisa.

- Vamos abri-lo.-disse o Leandro.

- Mas, primeiro vamos ver se há outro!- exclamou o pescador.-Há e diz: pista- vá até à barraca 26 da praia.

Os dois amigos seguiram caminho até ao sítio combinado e viram outro papel que dizia: vá até à arrecadação da praia.

- Vamos! Vamos! Depressa!- exclama Leandro, impaciente.

Chegaram e viram um presente que dizia: liga a luz.

- Leandro, liga a luz.- diz o pescador,

- Buuu!Buuu! Buuu! Surpresa!!!Rogério!!!

Assim, os dois descobriram o significado do papel misterioso.

Quando descobriram, o pescador perguntou ao Leandro o que queria ser quando for grande. O Leandro respondeu que queria ser pescador, porque achava engraçada essa profissão.

Quando chegou a casa, Leandro sonhou que um pescador lhe contava a sua vida.

Disse-lhe que era uma actividade económica ou um desporto que dá saúde e é um divertimento. Que se utilizavam barcos, redes, chumbo, canas de pesca e que se praticava nos lagos, rios, albufeiras, viveiros, mar e nascentes.

Também lhe disse que se pescavam lulas, trutas, sardinhas, bargo, garoupa, sargo, pargo e bacalhau, entre outros.

E que, antigamente, era artesanal, usando-se paus e potes. Depois foi evoluiu e utiliza-se o barco, redes, canas e linhas.

Quando acordou, o Leandro ficou ainda com mais vontade de ser pescador.

 

(Carolina, Jéssica, Sofia e Leandro)

 

 Bruno, o empresário

 

Era uma vez um menino que se chamava Bruno e era loiro, alto, magrinho e simpático.

Um dia, a mãe perguntou-lhe:

- O que é que queres ser quando fores grande?

E o Bruno respondeu:

- Quero ser empresário!!!

A mãe riu-se. A chorar, o Bruno saiu de casa.

- A mãe devia apoiar-me!!!- diz ele para si.

Ao fim da tarde, foi á fábrica do tio Tomás (Tomate era a sua alcunha). O tio Tomás estava sempre vermelho e divertido. O Bruno perguntou-lhe:

- Olá, tio Tomate, zanguei-me com a minha mãe, posso ficar em tua casa?

- Não sei bem, mas acho que podes.

- Já agora, o que fazes na tua fábrica? É que eu queria ser empresário.

- Olha, transformo matérias-primas em produtos têxteis, os meus auxiliares fazem os lençóis e as toalhas para vender em lojas. Trabalho com excelente máquinas, muito modernas. 

- E com que tipo de têxtil trabalhas?

- Trabalho com têxtil-lar.

Como estavam na hora de fechar a fábrica, o tio Tomás levou-o para sua casa, mas antes telefonou à mãe a avisar.

O Bruno ficara encantado e ainda com mais vontade de ser empresário.

 

(Maria, Maria João, Pedro e Mário)

 

 

O João vai a Paris

 

Era uma vez um senhor chamado João.

O João tinha cabelo castanho, encaracolado, olhos azuis como o céu, era magro, alto e muito bondoso. Por isso, dava-se facilmente com as pessoas.

O sonho do João era ir à Disneeyland, em Paris, que é a capital de França.

Decidiu, então, realizar o seu sonho.

No avião encontrou muitas pessoas.

Já na Disney, à entrada ele ficou maravilhado e disse:

- Uau! Isto é um mundo de fantasia e diversão!

Logo que chegou, foi andar no carrossel do Peter Pan, depois foi andar na montanha-russa, na roda gigante, parou para comer um croissant e voltou a andar na montanha-russa porque adorou.

A seguir, foi para o bonito hotel, descansar um bocado.

Ao final da tarde, já cheio de fome, foi ao McDonald's.

Depois de ter op estômago aconchegado, foi ver o maravilhoso desfile, com todas as personagens da Disney e, por último, assistiu ao fantástico fogo de artifício.

No fim, contentíssimo, regressou a Portugal.

 

(Bruno, Fátima, Carolina, Laura e Beatriz.

 

 

Melhoraram, não acham?

publicado por Paula às 23:17

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Moranguitos
pesquisar
 
Últ. comentários
Amei a história. Eu estava justamente procurando u...
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
Olá Moraguinhos, adorei os vossos porvérvios, me a...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds