Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

Hoje estivemos a "brincar" ao faz de conta.

Depois de estudarmos este poema de Eugénio de Andrade, construimos os nossos próprios poemas, que ficaram bem engraçados.

Este é o original:

 

- Faz de conta que sou abelha.
- Eu serei a flor mais bela

- Faz de conta que sou cardo.
- Eu serei somente orvalho.

- Faz de conta que sou potro.
- Eu serei sombra em Agosto.

- Faz de conta que sou choupo.
- Eu serei pássaro louco,
   pássaro voando e voando
   sobre ti vezes sem conta.

- Faz de conta, faz de conta.

Eugénio de Andrade

Estes são os nossos.

 

 

 

 

 



publicado por Paula às 23:52

Parabéns a todos os moranguitos pelo faz de conta.
Como gosto de entrar na brincadeira a serio aqui fica o meu faz de conta:

"Faço de conta que sou um trator
Para ir atrás do amor

Faço de conta que sou polícia
Para ter uma simples caricia

Faço de conta que sou ladrão
Para ir atrás de um padrão

Faço de conta que sou homen
Para parecer um lobosomen
Que anda de noite
E não consome

Faz de conta, faz de conta ..."


Beijinhos
Susana (mãe do Mário) a 17 de Novembro de 2011 às 16:05



Moranguitos
pesquisar
 
Últ. comentários
Amei a história. Eu estava justamente procurando u...
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
Olá Moraguinhos, adorei os vossos porvérvios, me a...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários