Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

Pois é...o resultado foi mesmo o fecho da pinha, depois de ter sido metida em água.

Vejam só como ficou.

 

Por que é que isto aconteceu?

A pinha dos pinheiros ora fecha ou abre conforme o tempo que faz. Em dias de humidade e chuva fecha, com o calor abre.

Se pela manhã a pinha estiver fechada é sinal de que vai haver muita humidade e não muito calor.

Afinal, a pinha adivinha o tempo que faz.

publicado por Paula às 22:29

Sábado, 16 de Janeiro de 2010

As sextas-feiras vão ter um espaço dedicado às Ciências Experimentais. Faremos experiências simples que levem os alunos a saber mais de forma mais lúdica.

Nesta sexta começámos a "Pinha que adivinha o tempo".

Usámos pinhas e uma bacia com água.

 

Colocámos a pinha na bacia com água.

Sabem o que vai acontecer?

Os Moranguitos têm opiniões divididas: uns acham que a pinha vai desfazer-se, outros que vai inchar.

Contudo, começaram já a verificar que a pinha está a fechar-se.

Na segunda-feira veremos os resultado final e ficaremos a saber porquê.

publicado por Paula às 18:03


 

Na área de Inglês estamos a aprender os meses do ano e as datas importantes na família, como os nossos aniversários.

Aqui fica um pequeno filme para que possam praticar em casa.

publicado por Paula às 18:02


    A maioria dos Moranguitos resolveu com facilidade o Desafio Matemático deste mês.

   De parabéns estão o Mário, a Francisca, a Carolina Nunes, a Beatriz, o Carlos, a Carolina Guise, a Mafalda, a Laura, a Sofia, o Pedro, a Joana, o Leandro, a Jessica, o Gonçalo e a Maria João.

    Aqui fica a solução. No próximo mês há novo desafio.

publicado por Paula às 17:30

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

Os Moranguitos imaginaram hoje que eram bonecos de neve com vida. O mote inicial foi comum.

A sua imaginação voou...aqui ficam alguns dos textos produzidos. Agora foram escolhidos apenas alguns, na próxima oportunidade serão publicados os textos de outros alunos.

 

   "Então, no meu peito o coração começou a bater, os olhos ganharam vida e a minha boca abriu-se.

    Sou branca e muito malandreca.

    Fazia brincadeiras divertidas com os meus amigos.

   Tinha uma cenoura em vez do nariz, tinha um cachecol para me aquecer, tinha um chapéu, tinha botões para o meu casaco e paus para as mãos.

   Mas, um dia nasceu o sol e eu derreti. Todas as pessoas ficaram muito tristes." (Jessica)

 

 

   "Então, no meu peito o coração começou a bater, os olhos ganharam vida e a minha boca abriu-se.

    Agora que sou um boneco de neve com vida já me posso divertir com os outros meninos e meninas...brincar às escondidas, atirar bolas de neve, patinar no gelo e juntos podemos criar coisas novas.

    Para mim ter vida é como se fosse uma prenda de Natal. Desde o dia em que ganhei vida que estou mesmo muito feliz.

    Está muito frio por causa do Inverno, por isso, como eu não tenho roupa, todos os dias as crianças me dão um gorro e um cachecol para eu não apanhar frio.

     Eu gosto de ter vida." (Maria Manuel)

 

 

  

   "Então, no meu peito o coração começou a bater, os olhos ganharam vida e a minha boca abriu-se.

    No dia seguinte, todos os meninos e meninas vinham ver um boneco de neve verdadeiro.

     Eu dava rebuçados, chocolates e chupa-chupas.

    Todas as crianças me davam um abraço. Eu sentia-me muito, muito feliz.

   Um dia, ganhei dois braços e pude jogar muitos jogos com as crianças.

    Veio o sol e jogamos à bola, basquetebol, ténis e ao mata." (Sofia)

 

 

  

   "Então, no meu peito o coração começou a bater, os olhos ganharam vida e a minha boca abriu-se.

     Estou tão quentinho com o meu cachecol e o meu chapéu.

     Imaginem, sou feito de neve e estou quentinho! Não é estranho?

     Estava sempre parado no mesmo local, sózinho à noite. Agora, cá estou sempre a mudar de sítio e a falar com os outros bonecos de neve.

     O meu nome é Branquinho, sou muito esperto.

    Está quase sempre a nevar e eu adoro quando isso acontece porque tenho mais companhia.

     Mas, quando está chuva, estou sempre sózinha.

     Como ervilhas, couves e fruta, não como muita carne.

    Quando os meninos e meninas me tocam com as suas luvas e casacos, parece que o meu coração bate mais depressa do que o normal." (Beatriz)

 

 

   "Então, no meu peito o coração começou a bater, os olhos ganharam vida e a minha boca abriu-se.

    Nessa noite, eu andava à procura de um amigo, mas não via ninguém. Estava muito frio e eu só tinha um cachecol, um gorro e quatro botões.

     Caía muita neve na aldeia e as pessoas dormiam como se não fosse nada.

     Quando acordaram os rapazes foram lá fora ver se eu estava derretido.

     Todos os dias eles me viam. Todos os dias brincavam a atirar bolas de neve, a fazer esqui e a fazer patinagem no gelo.

     Mas, um dia, o sol apareceu e eu derreti." (Carolina Guise)

 

publicado por Paula às 23:33

Terça-feira, 12 de Janeiro de 2010

A experiência com as cores levou-nos a "pintar" uma aguarela de palavras.

 

    "O azul do céu, o amarelo do sol e o vermelho do sangue não conseguimos fazer.

    Mas, se juntarmos o sol e o sangue dá o laranja do fogo. E se misturarmos o sol e o céu temos o verde da natureza. Juntando o céu e o sangue temos o roxo do vinho.

    Com o céu, o sol e o sangue eu faço o castanho da terra.

    A pintura fica completa com o preto do carvão e o branco das nuvens."

 

 

 

publicado por Paula às 17:20

Sexta-feira, 08 de Janeiro de 2010

Na aula de hoje voltamos a trabalhar as lengalengas.

Partindo do texto popular "Aqui está...", aproveitámos para escrever, completando-o.

 

 

"Aqui está a casa
que fez o João
 
Aqui está o saco de grão e feijão
Que estava na casa
Que fez o João
 
Aqui está o rato
Que furou o saco de grão e feijão
Que estava na casa
Que fez o João
 
Aqui está o gato
Que comeu o rato
Que furou o saco de grão e feijão
Que estava na casa
Que fez o João
 
Aqui está o cão
Que mordeu o gato
Que comeu o rato
Que furou o saco de grão e feijão
Que estava na casa
Que fez o João
 
Aqui está o João com o pau
Que bate no cão
Que mordeu o gato
Que comeu o rato
Que furou o saco de grão e feijão
Que estava na casa
Que fez o João
 
Aqui está a mãe
Que ralha ao João
Que bateu no cão
….
Aqui está o polícia
Que prende a mãe
Que ralhou ao João
Aqui está o ministro
Que castiga o polícia
Que prendeu a mãe
Aqui está o Presidente da República
Que demite o ministro
Que castigou o polícia
Aqui está o povo
Que não vota no Presidente da República
Que demitiu o ministro
….

 

publicado por Paula às 19:05

Quarta-feira, 06 de Janeiro de 2010

Aqui fica mais um problema para resolverem.

Têm até ao dia 15 deste mês.

Mãos à obra!

 

 

 

publicado por Paula às 23:37


Hoje foi Dia de Reis e, para manter a tradição, as turmas do segundo ano decidiram cantar e desejar um bom ano aos seus colegas das outras turmas e também aos pais.

Como sabemos que nem todos puderam estar presentes, aqui fica o filme de um dos momentos de hoje. A imagem está propositadamente desfocada, porque o que interessa é a canção.

Aqui fica, junto com votos de um Bom Ano de 2010.

 

 

 

publicado por Paula às 23:29

Segunda-feira, 04 de Janeiro de 2010

Olá, estamos de volta depois de um merecido descanso.

Voltámos cheios de força e de vontade para trabalhar. Foi o que fizemos hoje, escrevemos sobre a estação do Inverno que já chegou em força. Aqui fica o resultado.

 

  "Chegou o Inverno a 21 de Dezembro.

  Bateu à porta trazendo com ele o mau tempo: muita chuva, neve, granizo, vento forte, trovoada e muito frio.

  Há inundações, queda de árvores e as crianças não podem brincar na rua. Não podemos sair de casa sem agasalhos: luvas, gorros, cachecóis, botas e roupas quente. Em casa, acendemos a lareira ou ligamos o aquecimento.

  Mas, também há coisas boas. Quando neva podemos fazer bonecos de neve, bolas e patinagem no gelo.

Além disso, é no Inverno que acontecem festas importantes como o Natal, o Ano Novo e o Carnaval.

  É no Inverno que alguns animais hibernam e nós também dormimos mais, aconchegadinhos na nossa cama quentinha.

  O Inverno é uma estação que também tem os seus encantos."

 

 

publicado por Paula às 22:35


Moranguitos
pesquisar
 
Últ. comentários
Amei a história. Eu estava justamente procurando u...
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
Olá Moraguinhos, adorei os vossos porvérvios, me a...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds