Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Sexta-feira, 08 de Abril de 2011

Para terminar o segundo período lectivo tínhamos que escrever sobre a Páscoa que se aproxima.

E, claro, fizemo-lo da forma que mais gostamos, em poesia.

 

 

 

 

 

 

Na turma temos alunos que não professam a religião católica e, como respeitamos as diferenças, esses alunos escreveram sobre a Natureza que, por esta altura renasce.

 

 

 

A natureza é bela

Os animais saem das suas tocas

Eu abro a janela

Na terra estão sempre minhocas

 

As flores rebentam

O céu está limpinho

As pessoas cantam

E nos campos fazem trabalhinho

 

As árvores têm as flores

Todas belas e coloridas

Estão a aparecer as cores

E os frutos nascem das plantas floridas

 

Os meninos mais sorridentes

Porque já podem brincar

Na rua e ao ar livre

Soltam gargalhadas pelo ar

 

                                               Ruben

 

 

A natureza é bonita

E eu gosto muito dela

Faz-me sentir feliz

E faz-me sentir bela

 

Queremos todos

Uma boa natureza que nos dá alegria

As árvores estão todas verdes

Até parece magia

 

Gosto muito de sentir o cheiro

Das árvores e das flores

Para toda a gente ficar alegre

Ao ver flores de tantas cores

 

As borboletas estão no ar

Os pássaros a cantar

As crianças a gritar

E a brincar sem sair do lugar.

 

                                               Fátima

 

 

 

publicado por Paula às 22:25


Os diplomas de mérito relativos ao ano lectivo 2009/2010 foram entregues esta tarde pela directora do Agrupamento Egas Moniz.

Foi o momento de premiar o esforço dos alunos ao longo do ano, que se reflectiu nas notas conseguidas.

Da turma dos Moranguitos foram dez os alunos distinguidos:

- Ana Carolina Guise;

- Beatriz Barbosa;

- Fátima Ben;

- Joana Coutinho;

- Mafalda Silva;

- Maria João Costa;

- Maria Manuel Martins;

- Maria Sofia Freitas;

- Mário Rui Mendes;

- Pedro Ventura.

 

A todos MUITOS PARABÉNS e continuem a trabalhar para manter a distinção no próximo ano.

Para quem não recebeu, um pedido, continuem a esforçar-se para serem melhores e chegarem lá também.

 

 

 

 

publicado por Paula às 22:17


Como vamos ter pausa lectiva, o prazo para entrega do desafio do mês foi mais curto.

O desafio era este:

 

 

 

 

 

 

A única solução possível era:

 

- 2 papoilas- 2x4= 8

- 4 sargaços- 4x5= 20

 

- 20+8= 28 pétalas

 

 

Parabéns aos alunos que acertaram: Gonçalo, Beatriz, Mário, Mafalda, Sofia, Carolina Guise, Fátima, Pedro, Maria João, Maria Manuel, Joana, Leandro, Carolina Nunes, Laura e Bruno.

publicado por Paula às 22:04

Quinta-feira, 07 de Abril de 2011

Antecipámos a experiência desta semana.

Estivemos a aprender a fazer pega-monstros.

Precisamos de cola, borato de sódio, corante e água.

 

 

 

Juntámos todos os ingredientes.

 

 

 

 

 

 

Mexemos com toda a força.

 

 

 

Depois de muito mexer conseguimos finalmente o pega-monstros.

 

 

 

Conclusão

 

A mistura da cola com o borato de sódio forma um polímero de silicone com propriedades surpreendentes.

 

 

 

 

publicado por Paula às 19:07


A história de hoje, contada pela Maria Sofia, dá-nos uma lição. Chama-se "A mentira tem perna curta" e conta que havia um caranguejo que gostava de mentir aos seus amigos. 

Com o tempo, estes foram-se apercebendo, pelo que o nosso caranguejo teve que arranjar mentiras mais elaborada.

Chega à conclusão que, sozinho, nada conseguirá. Por isso, pede ajuda a um linguado que por ali passava.

Conta-lhe o seu plano, mas o linguado diz que será muito difícil. Mesmo assim, decidem avançar.

No dia, seguinte, o caranguejo chama todos os amigos e diz-lhes que é capaz de andar para a frente. Todos acham impossível, porque todos sabem que o caranguejo não anda para a frente.

O matreiro caranguejo coloca-se em cima do linguado, disfarçado pela areia e começa a andar para a frente, perante o olhar de espanto dos seus amigos. Só que o linguado anda demasiado depressa e o caranguejo cai, para gargalhada geral.

De facto, a mentira tem a perna curta.

 

 

 

 

publicado por Paula às 16:29

Quarta-feira, 06 de Abril de 2011

Hoje vivemos um dia diferente.

Fomos aos Teatro Sá da Bandeira assistir ao musical Quack- o Musical. Uma representação muito animada da conhecida história "O Patinho Feio", carregadinha de personagens divertidas e que nos ensinou que todos somos iguais e que a amizade é muito importante.

Aqui ficam algumas imagens para recordar. 

 

 

 

Aqui fica agora a história, recontada pelos alunos.

 

"Era uma vez uma mãe pata que tinha chocado três ovos, dos quais nasceu um pato acinzentado e dois patos amarelinhos.

A mãe pata gostou dos três patos, mas o pai e os dois filhos amarelos não gostaram do patinho cinzento.

Por isso, um dia, este decidiu fugir, sem ter noção dos perigos que correria.

No caminho, encontrou um gato que o queria comer mas, o patinho fugiu para o meio da floresta.

Por ali passaram dois patos agentes secretos que estiveram a conversar com o patinho. Entretanto, chega a lebre e a raposa.

De repente, viram o gato, que estava pronto para atacar o patinho. A tropa ordena, então, que a raposa e a lebre levem o patinho para um sítio seguro.

Levam-o para uma quinta, onde viviam um burro cantor muito divertido e um cão.

Pouco depois o gato aparece de novo, pronto para atacar. O cão e o burro dizem ao patinho para se esconder no celeiro.

O gato bem procura, mas não o consegue encontrar.

Aparece, então, uma bela cisne, pela qual o patinho se apaixona. Mas, como tinha de voltar para casa acabam por ter de se afastar.

Na floresta, a raposa monta uma armadilha e apanha o gato só que este consegue fugir e vai, de novo, atrás do patinho.

É nesta altura que leva um tiro dos caçadores e cai no chão. O patinho vê-o e, apesar das suas maldades, acaba por ter pena dele, socorrendo-o. Só que acabam por desmaiar ambos.

Quando a família de patos os encontra leva-os, de imediato, para o hospital, onde os dois recuperam pouco depois.

Já em casa, o pato recebe a visita da cisne por quem se tinha apaixonado.

Por essa altura, todos reparam que o patinho feio se havia transformado num belo cisne.

A mãe diz-lhe que ele não pertence àquela família. Nesse momento, a cisne decide ficar por ali com a família de patos. Pergunta a opinião ao patinho, que pergunta à mãe, que questiona o pai que, depois de reunir o Conselho Geral, acaba por concordar.

Entretanto, o gato torna-se bonzinho e fica amigo da família.

E todos vivem felizes para sempre.

 

publicado por Paula às 23:39

Terça-feira, 05 de Abril de 2011

Como temos culturas diferentes dentro da nossa sala, gostamos de saber mais sobre elas.

Foi com esse objectivo que a Fátima Ben nos trouxe um doce típico do seu país, a Tunísia.

Chama-se Youyou e, como todos gostaram, aqui fica a receita que gentilmente foi cedida pela mãe Jouda.

Bom apetite.

 

publicado por Paula às 22:41


O Bruno escreveu o último poema sobre a Páscoa.

 

 

Páscoa é a festa da esperança

Alegria e vida!                                   

Solidariedade e respeito ao próximo

Chocolate representa carinho

O começo de uma vida nova

Adoçando os nossos laços

 

Comemos o pão de ló

Recebemos as amêndoas

Irmãos, pais, filhos, avós, primos, tios

Sempre motivo para a união

Tamanha festa da ressurreição

As flores em tapetes pelo chão.

 

Agora vamos fazer uma pausa. Voltaremos a seguir à interrupção da Páscoa com mais Poesia em Família.

 

publicado por Paula às 22:26


A história de hoje foi contada pela Joana.

Trata-se de um outra versão de "A Polegarzinho".

Conta que havia uma senhora muito bondosa que nunca conseguira ter filhos. Um dia, a senhora vê uma menina muito pequenina numa flor e decide levá-la para casa.

Mas, a mãe sapo vê-a e acha que seria a noiva perfeita para o seu filho.

Então, rapta-a.

Muito assustada a Polegarzinha gritou por socorro. Um borboleta veio salvá-la  e levou-a para uma aldeia. Mas foi recebida à vassourada.

O senhor toupeira pediu-a em casamento, mas ela recusou por achá-lo mesquinho.

Quando chegou o Inverno, a menina sentiu frio. É aí que um velhinho rato lhe dá abrigo em sua casa.

Um dia, a Polegarzinha encontra uma andorinha ferida.

Cuida dela com todo o carinho até ficar curada. Na Primavera, a andorinha levou a menina a passear e foram dar a um país cheio de flores, onde viviam os Elfos.

Aí, ela conheceu um príncipe por quem se apaixonou e com quem casou.

A Polegarzinha viveu muito feliz e ganhou asas como os outros habitantes daquele país.

 

 

publicado por Paula às 22:23

Segunda-feira, 04 de Abril de 2011

No dia 2 de Abril comemorou-se o Dia Internacional do Livro Infantil.

Nunca é demais reconhecer a importância do livro e da leitura. Por isso, estivemos a escrever, em grupo sobre este tema.

 

 

 

"Era uma vez uma menina chamada Susana.

Todas as tardes, a Susana lia uma das suas histórias.

Um dia, pegou no seu livro favorito "Alice no País das Maravilhas".

Começou a ler e pensou na importância do livro...

Foi até à cozinha e perguntou à mãe:

- Mãe, qual é a importância do livro?

- Os livros ensinam as crianças a ler, a ter mais imaginação, a perceber as palavras, a saber mais.

A Susana voltou para o seu quarto, pegou na sua folha da importância dos livros e escreveu o que tinha discutido com a mãe.

Pensou então que podia entrar no livro. tentou de várias maneiras, mas nenhuma resultou.

Então, soltou um suspiro e disse:

- Vou começar a ler, para ver se resulta.

Então,adormeceu e entrou no livro.

Encontrou um coelho que lhe deu mais informações.

Levantou-se e notou que na sua secretária estavam mais informações que ela não tinha escrito: imaginação para sonhar, ajuda as crianças a crescer e a viajar sem sair do lugar.

Acham que foi fruto da sua imaginação, ou realidade?"

 

Carolina Guise, Sofia, Fátima e Jessica

 

 

 

 

"Era uma vez uma menina chamada Diana que não gostava de ler.

Um dia, ela veio da escola e a mãe mandou-a arrumar o quarto.

A certa altura, encontrou um livro chamdo "O Jardim da Poesia".

"O Jardim da Poesia" era um livro especial com canções, animações, poesia e alegria.

No dia seguinte, ela espreitou pela janela e viu que a noite fizera transformações.

Nesse dia, por sima dela, reparou que tinha nove letras que eram P, R, I, M, A, V, E, R, A, que queriam dizer Primavera.

A Diana disse:

- Afinal, até é bom ler, acho que vou continuar.

Gostou do livro e disse:

- É bom ler porque viajamos no tempo, vivemos aventuras e divertimo-nos à grande."

 

Beatriz, Carolina, Ruben e Laura

 

 

 

" Era uma vez quatro primos. Chamavam-se Gonçalo, Bruno, Mafalda e Mário. Eles adoravam ler.

Um dia, o avô Emanuel ofereceu-lhe sum livro chamado "No Jardim Zoológico".

O Bruno, que era o mais tímido, pediu ao avô que os levasse ao Jardim Zoológico e assim eles leriam o livro do início ao fim.

O avô disse que não os podia levar e foi-se embora.

O Mário propõs que entrassem no livro.

Então, os quatro primos começaram a ler. E entraram no livro.

Viram macacos a fazer cócegas a si próprios. Mas, a mafalda ficou farta. Por isso, saíram do livro.

O Gonçalo ficou zangado.

O Mário, então, disse que importância têm os livros.

Eram cinco coisas importantes. A Mafalda começou a ler tudo e quando acabou disse:

- Já sei a importãncia dos livros. Servem para aprender a ler, aprender a escrever, tirar ideias, inventar histórias. Também aprendi que a ler o livro brinco e viajo.

Então, voltaram de novo ao livro."

 

Mário, Mafalda, Bruno e Gonçalo

 

 

 

"O livro infantil põe nas crianças um sorriso. Fá-las voar e sonhar mais alto e o mais importante de tudo: fá-las ennriquecer as suas fantasias.

Neste dia tão especial, faz as crianças sorrirem e imaginarem que entraram no livro que mais gostam e fingiam ser a sua personagem favorita: princesas, super-heróis, barbie´s, futebolistas...

Nas bibliotecas, ou na secretária, elas sentam-se e riscam as folhas, imaginando uma história fascinante que as faria felizes, imaginando serem a personagem principal.

O livro é um mundo de sonho e fantasia."

 

Maria, Maria João, Pedro e Leandro

 

 

publicado por Paula às 23:22


Moranguitos
pesquisar
 
Últ. comentários
De início quem programava computadores tinha uma c...
Amei a história. Eu estava justamente procurando u...
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds