Blogue da turma B, do quarto ano, da Escola Básica de Santa Luzia, em Guimarães
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

A tarefa desenvolvida hoje em Língua Portuguesa foi escrever uma história a partir de uma sequência de imagens.

Aqui fica o que inspirou os Moranguitos e os textos mais inspirados.

 

"Era uma vez um menino chamado João.

Ele gostava muito de fazer experiências.

Um dia ele foi à escola e a professora falou das plantas, que são seres vivos.

Quando tocou para sair, ele decidiu plantar duas árvores.

Primeiro colocou uma árvore na terra, depois outra árvore, regou e as árvores foram crescendo.

Quando já tinham crescido, ele atou uma corda, pôs um pano grande e pôs-se em cima dele, a descansar e a beber um sumo." (Carolina Nunes)

 

"Era uma vez um menino chamado Rafael. Ele gostava muito da natureza e ainda mais de plantas.

Num dia de muito sol e calor, o Rafael resolveu plantar duas árvores, foi a casa buscar uma pá e voltou ao campo de sua casa.

O Rafael procurou um sítio onde houvesse sombra e um bocadinho de sol para as plantas não morrerem de calor.

Ele pegou na pá e cavou, pegou na planta e meteu-a no buraco que tinha feito, depois cavou mais um buraco para a outra árvore e fez a mesma coisa com ela. Nas duas pôs adubo para elas se alimentarem.

Foi a casa buscar e encher o regador com água e voltou para regar as suas árvores. Regou uma árvore de cada vez para elas crescerem saudáveis.

O Rafael todos os dias regava as plantas e cuidava delas.

Como o Rafael cuidava muito bem das suas árvores, um dia quando acordou foi vê-las e elas estavam muito crescidas.

Ele ficou muito feliz e foi chamar os pais. Eles ficaram muito orgulhosos dele.

Então, a partir daí, ele ia sempre descansar para a cama de rede que tinha feito e bebia um sumo bem fresco". (Maria Manuel)

 

"Era uma vez um menino que se chamava Rafael.

Ele era muito simpático e feliz.

Num dia de Verão, resolveu plantar uma árvore para ter sombra. mas, ele lembrou-se que as árvores demoram imenso tempo a crescer.

Plantou uma árvore, regou-a e passou um ano.

A árvore dava-lhe sombra, mas ele queria deitar-se.

Plantou outra árvore, regou-a e passou mais um ano.

Agora sim tinha duas árvores.

Correu até ao sótão, tirou aquela espécie de cama e atou-a a cada uma das árvores.

Foi buscar um sumo de laranja ao frigorífico.

Estava delicioso.

Deitou-se, então, na cama de refe a beber o sumo."(Beatriz)

 

"Era uma vez um menino chamado Tomé, que morava na mata com os pais, numa casinha de madeira.

Ele gostava muito da natureza.

Um dia o Tomé estava a dormir.

Enquanto sonha, Tomé viu duas arvorezinhas e ouviu duas vozes dizendo:

- Por favor, planta-me noutro sítio.

Não estava lá ninguém, só as árvores.

O menino pensou que fossem elas. Então, rapidamente, pegou numa pá e plantou-as noutro sítio.

Quando acabou, regou-as muito bem regadas.

Na outra noite continuou a sonhar.

Quando chegou à mata, outra vez, viu umas árvores grandes.

Fez uma cama de rede nas árvores para descansar quando lhe apetecesse e deitou-se a beber um sumo."(Joana)

publicado por Paula às 23:31

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Moranguitos
pesquisar
 
Últ. comentários
De início quem programava computadores tinha uma c...
Amei a história. Eu estava justamente procurando u...
aleleuia
Quero saber a introdução da experiência
Gostaria de pedir autorização para usar a vossa im...
podiam colocar mais algumas assim não dá para tira...
gosto de ler historias para meus alunos mas sempre...
lol
QUE LINDO
Como fizeram o livro????Já está há venda em públic...
mais comentados
10 comentários
8 comentários
8 comentários
7 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
6 comentários
subscrever feeds